www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

5 alimentos leves para garantir uma boa digestão após o almoço

5 alimentos leves para garantir uma boa digestão após o almoço

Nada pior do que aquela sensação de mal-estar após o almoço, especialmente se você ainda precisa retornar ao trabalho, não é mesmo? E a causa desse desconforto pode estar muito mais relacionada às suas escolhas na hora de compor o prato. O segredo para garantir uma boa digestão e ter energia para realizar as tarefas do restante do dia é investir em alimentos mais leves e que colaborem para esse processo. Pensando nisso, fizemos uma lista rápida para melhorar sua rotina.

5 alimentos leves para uma boa digestão

1. Abacaxi Se você é do tipo que gosta do sabor agridoce que as frutas dão ao prato, não deixe de acrescentar o abacaxi na sua refeição. Isso porque ele contém uma enzima chamada bromelina, que facilita a digestão das carnes.

2.Cenoura Essa é uma raiz que você facilmente encontra em qualquer self-service e preparada de diferentes formas. A cenoura é fonte rica em fibras e, por isso, ajuda na digestão e evita a prisão de ventre. Por ser fonte de vitamina C, ainda melhora o sistema imunológico.

3. Couve Um dos vegetais mais poderosos para a nossa saúde, a couve concentra substâncias que auxiliam no processo de cicatrização da mucosa do estômago, o que evita a indigestão. Dica: prefira consumi-la crua!

4. Arroz integral: Que tal substituir o arroz branco pelo arroz integral? Essa versão tem mais vitaminas e fibras que ajudam na digestão e funcionamento do intestino.

5. Peixe Troque a carne vermelha pelo peixe! A carne branca é muito mais leve e evita aquela sensação de estômago pesado após a refeição. Entre as melhores opções está o salmão, que é fonte de ômega 2, um ácido graxo essencial importante para o sistema nervoso.

Mude seus hábitos alimentares

Além de investir nesses alimentos que sugerimos, é fundamental abandonar alguns hábitos que prejudicam a digestão. Evite tomar líquidos enquanto faz a refeição – especialmente refrigerantes, hein?, e abra mão de carnes gordas, que são mais difíceis de serem digeridas pelo nosso organismo. Além disso, é importante reduzir o consumo de frituras, molhos prontos para salada, preparações com molhos branco ou muito queijo por serem ricas em gorduras. Outra dica importante, para finalizar é: ao compor o seu prato, dê preferência aos carboidratos complexos, que são digeridos mais lentamente pelo organismo e, por isso, evitam os picos de glicose no sangue e prolongam a saciedade.

Publicado : 23 de abril de 2018 as 18:15