www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

Fazendo compras para o Natal

Na sua casa, os pratos da ceia de Natal sempre sobram e precisam fazer parte do almoço do dia seguinte? Você não está sozinho. Esse é o cenário da maioria das casas brasileiras. Isso porque a comemoração sempre remete à fartura, o que faz com que a gente exagere nas compras. O problema disso tudo é que acabamos gastando mais do que precisamos e, pior ainda, desperdiçamos muitos alimentos.

Para evitar que isso aconteça esse ano, o Movimento Comer Bem é Tudo de Bom preparou algumas dicas para você planejar melhor a sua ceia e, consequentemente, evitar gastos desnecessários. Para começar, antes de ir ao supermercado, faça o planejamento do cardápio da ceia de Natal, assim você evita comprar produtos supérfluos por impulsão. Você pode comparar os preços em diferentes locais ou naqueles panfletos publicitários que os fornecedores geralmente distribuem.

Ao montar o cardápio, pense se as combinações estão harmoniosas. Preste atenção nas cores, texturas, sabores e disponibilidade dos alimentos nesse período para evitar que eles sejam muito parecidos. O ideal é escolher alimentos de todos os grupos alimentares e, mesmo que queira oferecer mais de um tipo de alimento por grupo, fique atento às quantidades para não exagerar.  Confira na tabela abaixo nossas sugestões de quantidade por pessoa para a ceia:

 

Grupo de alimentos Alguns exemplos Quantidade p por pessoa
Salada Folhas, legumes crus e cozidos 160g
Cereais, pães e massas Arroz, macarrão, batata, torradas 60g
Leguminosas Feijão, lentilha, ervilha, grão de bico 40g
Carnes Bovina, aves, peixes, porco 170g
Guarnição Farofa, purês, maionese 115g
Sobremesas Pudins, pavês, mousses, sorvetes 50g
Frutas Ameixa, uvas, damasco, romã, cereja, pêssego 80g ou 1 un.

 

Lembre-se que essas quantidades podem variar de acordo com a preparação e também com as características do seu grupo de convidados. Os valores aqui sugeridos representam apenas uma média, mas, de qualquer forma, irão te auxiliar no momento das compras, reduzindo a chance de desperdícios.

Outro ponto importante é ficar atento às embalagens e validade dos produtos. Se a embalagem estiver amassada, estufada, enferrujada ou trincada, não leve. A embalagem é uma proteção importante para os alimentos, portanto, quando apresentam alguma dessas características, podem oferecer risco à saúde. Quanto a data de validade, vale sempre conferir. Alguns estabelecimentos costumam fazer promoções com preços bem abaixo do normal de produtos que estão próximos de vencer.

E, pra finalizar, a dica é distribuir o que sobrar da ceia entre os convidados ou congelar, para comer em outra ocasião. Lembre-se que a satisfação do Natal é o encontro entre pessoas que gostamos. A alimentação bem planejada e equilibrada só deixa esse momento mais prazeroso!

 

Publicado : 20 de dezembro de 2013 as 08:30