www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

Funky food: Alimentação divertida

É muito comum pais relatarem que a partir de um determinado momento – geralmente, a partir dos 2 anos -, a criança começa a ficar mais chatinha para comer, recusa ou faz cara feia para alguns alimentos que antes comia sem problemas. Isso não é nada preocupante. E, para driblar essa situação, é só mexer com a criatividade!

O primeiro passo é não achar que esta é apenas uma fase e desistir de estimular e apresentar uma variedade de alimentos para os pequenos. Incentivar e dar exemplos devem ser as principais atitudes nesse momento e contribuem de forma significativa para a formação de bons hábitos alimentares. Uma boa dica é apostar em preparações que atraiam a atenção das crianças, lembrando sempre de tomar cuidado com algumas brincadeiras. Fazer o famoso aviãozinho, por exemplo, pode não ser uma prática adequada, pois é uma forma de distrair a criança e muitas vezes contribui para um mal relacionamento com a comida. O momento de refeição deve ser respeitado e a criança precisa perceber que tem hora para comer e hora para brincar, por exemplo. Mas isso não significa que também não pode ser divertido!

Nossa dica é adotar o Funky Food! Provavelmente você não conhece pelo nome, mas com certeza já viu em algum lugar! Este é um conceito que foi criado nos Estados Unidos e que tem ganhado cada vez mais espaço no Brasil. Com objetivo de apresentar refeições de maneira diferenciada e divertida às crianças por meio da utilização dos próprios alimentos para montar pratos e sanduíches, os pratos que seguem este conceito dão origem a rostos, figuras e desenhos que irão encantar os pequenos.

É importante ressaltar que a ideia não é esconder a comida, mas apresentar os alimentos de maneira diferente do convencional e bastante atrativa. Sabe-se que esse tipo de estratégia favorece o consumo, por isso aproveite para introduzir alimentos que os pequenos não costumam consumir no dia a dia. Procure utilizar várias cores e diferentes grupos alimentares para garantir uma refeição equilibrada. Mas se você está achando isso muito complicado e que não terá tempo para fazer esse tipo de brincadeira, trouxemos alguns exemplos simples e muito bacanas. Confira!

tabela_food_0505

Para deixar esse momento ainda mais divertido, incentive as crianças a colocar a mão na massa e deixe a imaginação fluir! Chame os amiguinhos e a família, monte e saboreie as mais deliciosas e nutritivas refeições. Quem disse que não dava para ter uma refeição saudável e animada? Agora só falta colocar em prática!

Publicado : 6 de maio de 2014 as 14:24