www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

O valor do abacate

Apesar de frequentemente utilizado na produção de cosméticos, o abacate ainda é pouco conhecido da culinária brasileira. E justamente por isso, muita gente ainda não conhece o real valor nutricional dessa fruta, que além de deliciosa também pode ser muito saudável.

Vamos começar com alguns números. Em uma colher de sopa e meia de abacate, ou 50g, conseguimos em média 70 kcal, energia fornecida principalmente às custas de gorduras, que representam de 70 a 80% do valor calórico desta fruta. Mas, calma! Antes de torcer o nariz, lembre-se que as gorduras são nutrientes essenciais em uma vida saudável, já que participam da composição de alguns hormônios e membranas celulares, do transporte de algumas vitaminas, contribuem para o bom funcionamento do cérebro e coração, e ainda são a principal forma de armazenamento energético do nosso corpo. Ou seja, em quantidades adequadas elas são super bem-vindas! Além disso, é importante saber que aproximadamente metade das gorduras do abacate é do tipo monoinsaturadas, o que significa que são gorduras que podem contribuir com a boa saúde, especialmente para um bom perfil de colesterol no sangue.

E vamos combinar que quando comparamos com outras frutas, o abacate não é tão mais calórico assim. Uma banana (90g) e meio mamão papaia (140g), por exemplo, contém a mesma quantidade de energia que 1 ½ colher de abacate. Viu só? É só manter a moderação na porção e pronto!

Ainda sobre o perfil nutricional do nosso queridinho de hoje, vale destacar que na mesma porção que utilizamos anteriormente, conseguimos encontrar aproximadamente 3g de fibras, o que representa mais de 10% da necessidade diária. Lembrando que as fibras são super importantes para o bom funcionamento intestinal, controle dos níveis de colesterol e açúcar no sangue, além de ajudar no controle do apetite.

Sem falar na quantidade de vitamina E presente no abacate, que tem função antioxidante e possíveis atuações na prevenção de alguns tipos de câncer e doenças cardiovasculares.

Há ainda estudos novos que têm buscado investigar propriedades anti-inflamatórias do abacate, mas essa é uma linha de pesquisa bastante recente e serão precisos mais trabalhos para concluir alguma coisa a respeito.

Agora que você já conhece melhor o abacate, que tal tentar introduzir na sua alimentação? Adicionar em saladas, vitaminas e sanduíches são ótimas opções para dar um sabor diferenciado às suas refeições. Você também pode passar no pão como se fosse manteiga ou preparar uma sopa! Independente da forma, o importante é experimentar e aproveitar tudo de bom que o abacate tem a oferecer.

Publicado : 9 de março de 2015 as 07:15