www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

Os benefícios da Vitamina E para o organismo

Para ter um bom funcionamento, o organismo necessita de determinadas quantidades diárias de nutrientes como minerais, vitaminas, proteínas, carboidratos e fibras. A importância da vitamina E é exatamente seu poder antioxidante: ela ajuda a combater o ataque dos radicais livres nas células, que são aquelas substâncias que obstruem a passagem de sangue nas artérias e podem levar ao surgimento de diversas doenças. Mas não é só isso. Entenda por que o seu corpo precisa da vitamina E:

A importância da vitamina E para a saúde

Confira cinco benefícios da vitamina E para o organismo:

Previne doenças cardiovasculares: Ela é responsável pela produção dos glóbulos vermelhos, evita a formação de coágulos, promove o relaxamento dos vasos sanguíneos e evita a obstrução deles.  Além disso, a vitamina E evita que o colesterol LDL (considerado ruim) se acumule nas artérias, o que pode causar doenças cardiovasculares.

Protege o sistema imunológico: para quem está com a imunidade debilitada devido a doenças ou ao envelhecimento, a vitamina E é um importante aliado por fortalecer o sistema imunológico.

Hidrata a pele: um dos efeitos que os radicais livres promovem no corpo é o envelhecimento precoce da pele. Como essa vitamina é um poderoso antioxidante, ela ajuda a manter a hidratação desse tecido. Não à toa, os filtros solares e outros produtos cosméticos concentram grande quantidade desse nutriente nas composições.

Ganho de Massa Muscular: a ação antioxidante dessa vitamina ajuda, até mesmo, quem pratica atividades físicas e visa à hipertrofia. Isso porque ela ajuda os músculos a se recuperarem mais rapidamente depois do treino, o que favorece o ganho de massa magra. Isso ainda pode favorecer a perda de peso, devido ao aumento do gasto calórico.

Previne a pré-eclâmpsia: A vitamina E é ainda uma substância importante para gestantes, uma vez que evita a pré-eclâmpsia, causada pelo estresse oxidativo que acomete a placenta. No entanto, doses elevadas da vitamina também podem ser prejudiciais ao bebê e, por essa razão, suplementos desse nutriente não devem ser tomados, a não ser que indicados pelo médico.

Fontes naturais de vitamina E

São diversos os alimentos que concentram a vitamina E em sua composição e, por isso, é fácil adquirir uma boa quantidade dela na rotina alimentar diária. Ela está presente em vegetais verdes escuros, como espinafre e aspargos, em sementes e em peixes. Confira outros alimentos que concentram essa vitamina:

  • Abacate.
  • Gema de ovo
  • Sementes de girassol;
  • Azeite;
  • Óleo de soja, amendoim, milho ou girassol;
  • Gérmen de trigo e grãos integrais;
  • Nozes, amêndoas, castanha-do-Pará;
  • Salmão e sardinha.

Efeitos da deficiência de Vitamina E

Como essa é uma vitamina abundante em diversos alimentos naturais, é rara a deficiência dela em pessoas saudáveis, sendo mais comum em desnutridos ou em quem possui problemas na absorção de gorduras.

Os níveis baixos de vitamina E no organismo podem causar danos como formação de coágulos no sistema circulatório, danos celulares, queda na produção de glóbulos vermelhos (que pode resultar em anemia) e diminuição nos níveis de cálcio e potássio (o que pode enfraquecer os ossos).

É bom sempre consultar um nutricionista ou um médico antes de adotar qualquer tipo de dieta. Com a recomendação de um profissional, você terá uma alimentação mais apropriada para sua saúde e bem-estar.

 

Publicado : 13 de junho de 2017 as 19:10