www.facebook.com/alelocomerbemtdb twitter.com/AleloBrasil

Você conhece a segunda sem carne?

 

Você já deve ter ouvido falar da Segunda sem Carne, iniciativa que vem ganhando espaço nas redes sociais. Lançada em 2003 nos Estados Unidos, a campanha busca incentivar as pessoas a não comerem carne (ou qualquer produto de origem animal) ao menos uma vez por semana, sempre às segundas-feiras. Hoje ela está em 40 países e conta com o apoio de líderes mundiais como o ex-beatle Paul McCartney.

 

A iniciativa sugere a troca e a redução do consumo de carne como incentivo ao aumento do consumo de mais alimentos ricos em vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras, como legumes, grãos, cereais e tubérculos. Assim, quem está a fim de experimentar a mudança na dieta, em primeiro lugar, é recomendável procurar um profissional de nutrição. Um nutricionista pode elaborar um plano sob medida para você e assegurar que não haverá carência de nutrientes, como o cálcio encontrado no leite e a proteína da carne.

 

Sem a carne, a variedade de cores e texturas no prato se torna ainda mais importante. O cálcio, por exemplo, está presente na couve, no feijão branco, no brócolis, entre outras fontes vegetais, enquanto a proteína está nas castanhas, na quinoa, na aveia. Mas, como a proteína vegetal tem um percentual menor de aminoácidos essenciais, precisaria ingerir um maior volume de alimentos. E aí entra novamente o nutricionista, que pode ajudar a manter a saúde sem ganhar peso.

 

“Tudo bem. Eu não como hambúrguer de segunda mesmo!”. Mas sabia que já tem gente pensando nisso? Diversas startups ao redor do mundo estão de olho nesse consumidor e buscam formas alternativas e inovadoras de recriar a carne. Uma delas é a Beyond Meat, que, desde 2013, produz “carne” e “frango” feitos de vegetais. Outra é a Impossible Foods, que em 2016, lançou um hambúrguer com cor e gosto bem semelhantes ao de carne. Ele é feito de aveia, soja, óleo de coco e batata. E, segundo o fabricante, um ingrediente chamado heme – presente na carne, mas que foi extraído de plantas – que resultaria naquele cheirinho de carne.

 

Essa troca vai exigir caprichar nos grãos, cereais, legumes e verduras, além de variar nas receitas. Para facilitar o processo, listamos os 10 alimentos ricos em proteína. A quinoa merece uma menção honrosa: tem todos os nove aminoácidos essenciais necessários para o funcionamento do corpo.

 

E enquanto essas novidades não chegam por aqui, trouxemos algumas dicas e receitas pra quem se interessou em aderir.

 

Campeões de proteína

1.         Pistache ou amêndoas – 21g

2.         Amêndoas – 20,9g

3.         Castanha de caju – 15,3g

4.         Quinoa – 14g

5.         Aveia crua em flocos – 14g

6.         Lentilha – 9g

7.         Grão-de-bico – 8,8g

8.         Tofu – 8,2g

9.         Feijão fradinho – 8,2g

10.       Feijão carioca – 4,8g

 

Tofuburguer​
Por Livia Hasegawa

Ingredientes

- 250g de tofu​

- 3 colheres (sopa) de cebolinha​

- 1 cenoura ralada​

- 2 colheres (sopa) de azeite

- 1 colher (chá) de sal​

- 1 colher (chá) de gergelim preto​

- 2 colheres (sopa) de farinha​

- 1 colher (chá) de caldo de peixe

- “gel” de linhaça (uma colher de sopa do grão e três de água. Deixar descansar por 15 minutos)

 

Modo de preparo

Lave e escorra o tofu. Coloque em um recipiente com os demais ingredientes e misture bem. Com o auxilio de uma colher modele os hambúrgueres e vá colocando em uma assadeira untada com azeite. Leve ao forno médio (220 oC) pré-aquecido por 20 minutos ou até que dourem embaixo. Rende seis porções.

 

Espaguette de batata-doce e cenoura
Por Cynthia Antonaccio

Ingredientes

3 unidades de batata-doce sem a casca

2 unidades de cenoura sem a casca

1 colher (sopa) de azeite de oliva

1 unidade de cebola picada média

2 unidades de tomate sem as sementes picados

1 xícara (chá) de fava verde de feijão cozida (ou ervilha fresca)

1 pitada de sal pimenta-do-reino a gosto

1 colher (sopa) de gergelim branco

1 colher (sopa) de amendoim picado

1 punhado de salsa para decorar

Modo de preparo

Corte as batatas-doces e as cenouras em tirinhas, no formato de espaguete. Reserve. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola, o tomate e o feijão (ou ervilha) por 3 minutos. Adicione a batata, a cenoura, o sal e a pimenta. Refogue rapidamente (a batata deve ficar al dente) em fogo baixo. Polvilhe com o gergelim e o amendoim. Decore com o a salsa.

 

Publicado : 14 de setembro de 2018 as 19:48